quarta-feira, novembro 10, 2004

A Primeira Gravidez (Part III)

A pedido de algumas pessoas decidi por fim ao suspense...

Duas semanas antes da data prevista a M. ainda nao tinha descido. Uma semana antes ela continuava muito acima mas eu ja tinha dilatacao de 2 centimetros e ela continuava a crescer muito. Dois dias antes, estava tudo na mesma ate que ... o Dr. E.W decidiu que deviamos optar por induzir o parto. Segundo ele, a coisa poderia levar ainda 1 ou 2 semanas e nao lhe parecia necessario esperar todo esse tempo porque ao contrario da sua primeira previsao a M. estava a crescer bastante e ja estava acima dos 3 kg, e que em 1/2 semanas poderia ainda crescer bastante e dificultar o parto. Decidimos de mutuo acordo proceder a inducao exactamente no dia em que fazia 40 semanas.

Comentario: na altura pareceu-me uma boa justificacao para proceder a um parto induzido, afinal o medico la devia saber o que estava a dizer. Hoje, apesar de tudo ter corrido bem, devo dizer que nao optava pela inducao, esperava mais uns dias para ver a evolucao e depois logo se via. Isto porque me parece que a natureza deve tomar o seu curso, e nao ha nada pior do que forcar uma situacao. Quanto ao que o medico me disse quanto ao tamanho do bebe, sinceramente acho que exagerou porque nao considero que uma crianca de 3,200 kg (peso com que a M. nasceu) seja um bebe demasiado grande como ele referiu. A verdade e que confiei nele e achei que ele estava a decidir o que era melhor para mim...sera que era verdade?!?!?!?!

Em breve estarei de volta para contar como foi o parto.

4 Comments:

Blogger doula said...

É muito bom quando as coisas correm bem mas também é importante isto que está a fazer, a questionar-se acerca da opinião do médico e daquilo que acha mais correcto. De facto um parto induzido tem imensas desvantagens e complicações. O útero corre mais riscos de ruptura, o bebé tem mais probabilidades de sofrimento fetal, as contracções são mais dolorosas e irregulares... etc etc. Beijinhos e felicidades!

3:00 da tarde  
Blogger Lyrae said...

Uma coisa que normalmente não é feita, por falta de informação, é dar à mãe o direito á escolha, o médico pode preferir desta ou daquela maneira, mas a mãe tem direito à sua opinião e a medicina devia seguir a vontade da mãe e não o contrário. Por um filho no mundo é tarefa de exclusividade feminina acho que deviam respeitar mais a Natureza que nessa altura fala mais alto, quando teimam em tapa-la com um pano verde ou disfarça-la com drogas…

De ti sei muito pouco, da tua filha ainda menos… mas sei que tem uma mãe fabulosa que a adora acima de tudo, a família vai crescer novamente da maneira que tu achares melhor, vais por no mundo mais um ser humano à tua maneira… essa é decididamente a melhor maneira.

Beijinhos cheios de carinho

5:17 da tarde  
Blogger Mad_Mom35 said...

Lua tu desculpa-me estar assim a abusar do teu cantinho mas preciso de saber se já tens notícias da Sofia ? Estou super preocupada, queria mesmo muito saber se ela está bem, se o Afonso está bem. Se souberes alguma coisa dizes-me ? Muito obrigada e beijinhos, Madalena (renada2001pt@yahoo.com)

12:53 da tarde  
Blogger ni said...

É por isso é que eu não quero que me induzam o parto...
a ver vamos, como diz o cego...
Obg pelo testemunho!
Beijinhos e abraços
Lia
(http://www.ignatz.alojamentos7.com/todasascores/)

6:19 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home